quarta-feira, 8 de julho de 2009

DIENSTAG!

Não faz muito tempo até, acabei de chegar da casa do Marcelo Santos de Lima (citado em Mais Postagens Atrasadas – Volume (porra, eu não lembro!)), onde eu tava colocando a conversa em dia com ele não somente sobre as barcas, festas e putadas, mas também sobre nossas vidas acadêmicas e como isso vai influir nos nossos futuros.
Eu ainda fui lá pra UFPA hoje de manhã falar com a (Geórgia) Érica (Amorim Jacob), mas acabou não rolando devido o resto da turma estar lá. Então, de lá da Federal, acabei seguindo lá pra casa do Victor Fenris (i.e.: Pitts – ver Nada Será Como Costuma Ser), colocar a conversa em dia com o pessoal, aproveitando pra dar uma passada lá na casa do Vitor “Morte”, que agora me refiro por Morte-Pela-Cirrose, enquanto ele me chama de Morte-Pela-Azia (termo mais do que apropriado devido minhas últimas mortes em vida citadas e comentadas por aqui), onde ele me aproveitou pra me devolver umas (revistas) MAD e eu ainda peguei uns filmes de terror do ronca pra poder assistir amanhã de manhã, assim que terminar de ver The Videos 1989 - 2004 do Metallica e o The Song Remains The Same, do Led Zeppelin, que o Maurício me emprestou sábado (ver a postagem de ontem).
Eu madruguei baixando umas pornografias e lendo umas HQ’s (as historias do Quarteto Fantástico Millennium – desenhadas por Tyler Kikrham, escritas por Mike Carey e arte-finalizadas por Sal Regla – e dos X-Men Millennium – desenhadas por Salvador Larroca, escritas por Robert Kikrham [isso mesmo, irmão do Tyler, desenhista do Quarteto Millennium] e colorizadas por Stephaine Peru – até que valeram, ao contrário das d’Os Supremos 3, desenhadas pelo brasileiro Joe Madureira, escritas pelo Jeph Loeb [é, o mesmo de Hulk: Cinza e Homem-Aranha: Azul, já resenhadas por aqui] e colorizadas por Christian Lichtner. Maior Merda! Os Supremos 1 e 2, escritas pelo Mark Millar e desenhadas pelo foram do caralho, mas estas últimas, meu irmão....) e isso ferrou comigo, uma vez que eu já tinha marcado com a Érica de nos encontrarmos lá pela Federal hoje de manhã (e ter me esquecido disso, lembrando só lá pelas nove da manhã, quando arrumei enfim coragem pra sair da cama pra dar aquela urinada), ainda mais que a viagem da UFPA à casa do Fenris (que fica em Icoaraci) é não menos do que realmente deplorável...!

Mas o dia fechou bem até... Bati a maior boca com a Raquel e com a mamãe. Não sei quanto a elas, mas isso me fez realmente ganhar o dia.
Ultimamente nos temos nos dado muitíssimo bem, obrigado. Mas de alguma forma, teu tenho que lembrar os velhos tempos. De quando eu só falava com elas na hora de discutir seriamente (a ponto de gritar uns com os outros) sobre qualquer bobagenzinha... he, he, he.



Só pra terminar o post:
Na-chan (Ana Victória Pitts Lobato Carneiro), mesmo apesar de você ser uma tremenda mala-sem-alça (tal qual a este que aqui escreve), faça uma boa viagem de ida e de volta do seu curso de canto!!!!!


(i.e.: Dienstag sigfnica Terça-feira em alemão!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!