terça-feira, 7 de julho de 2009

[mais uma...] SEGUNDA-FEIRA....

Festa, direito do cidadão, dever do estado”
– Charlie Brown Jr., Festa, do álbum Transpiração Contínua Prolongada, de 1997
Só pra começar e só pra variar, ontem o ARRAIAL DO PAVULAGEM foi, no mínimo, no mínimo, no mínimo, MUITÍSSIMO DO CARALHO!
(foto abaixo: eu, Raquel e Lucas)
Ontem foi o domingo que fez mais calor, mas foi o domingo em que eu me diverti mais, dancei mais, curti mais e bebi mais – não durante o cortejo, mas sim quando chegamos na praça e ainda durante e depois do show. Tomara que o Albert, o Ron, a Gerlene e o Russo coloquem logo as fotos n’Orkut preu poder pegar e colocar no blog. Yeah, foi do caralho o Lucas (Pontes) ter ido comigo e ter curtido praticamente tudo também.
(foto abaixo: eu e o Russo, i.e.: o cara que tem que ser creditado pelas duas fotos acima)
Tem muita gente que eu gostaria de ter visto lá. Tem muita gente que eu ficaria imensamente satisfeito em não ter visto por lá (mas a festa é pública, apesar de não gostar, tenho mais é que aceitar e ficar calado, contido em minha própria ignorância). Tem muita gente que me fez realmente ganhar o dia por ter visto por lá, visto quem, pelo visto, uma vez que só consigo ver essas caras conhecidas por lá mesmo – isso serviu pra contrabalançar, ou quebrar a balança, sei lá, as caras que vi por lá. Mas foi fodástico ter visto a tropa do RPG (UFPA e CEFET e afins) por lá, mais a galera do CEFET mais os cachaceiros, os nerds, os desocupados e os pais e mães de família que ainda tenho a sorte e a benção de poder referir-me a eles como amigos.
Que venha o Arraial da véspera do Círio.
Que venha o Arraial do Pavulagem do ano que vem!
Wir werden fertig!

Pois é. Nos dois últimos meses (maio e junho), eu postei praticamente todos os dias destes meses citados. Porém, a corrente quebrou ontem, devido eu ter chegado morto de quebrado, chapado (i.e.: bêbado) e brocado. Resumindo: sem condição alguma de sentar na frente do computador pra postar porra nenhuma.


Ah, se possível, agora de madrugada, de hoje pra manhã, ainda vou tentar ver os DVDs que o Maurício me emprestou quando fui à casa dele sábado à noite – o The Videos 1989 – 2004, do Metallica (ou seja, tem o “One”, do ... And Justice For All, de 1989, até o “Some Kind of Monster”, do St. Anger, de 2003), e o mais do que clássico The Song Remains The Same, dos sagradíssimos Monsters of Rock Led Zeppelin.


Deixa eu ir jantar que é mais lucro!



Bis zu dem fucking nächtzt neuest post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!