sábado, 4 de julho de 2009

SÁBADO

Música de fundo: uma das minhas favoritas dos ingleses do Pink Floyd, “On The Turning Away”, do A Momentary Lapse Of Reason, de 1987.

Daqui a pouco vão ser dez horas da manha, e se não fosse a mamãe e a Raquel discutindo como se o mundo estivesse à beira do Armageddon, eu, muito provavelmente ainda estaria dormindo. E eu dormi muito bem essa noite, diga-se logo.
Ontem à tarde, quando fui pegar a digital lá na casa do Lobo (e, pra variar, dei de cara na porta), acabei dando uma passada na casa do Elias (Silva Nascimento), tanto pra colocar a conversa em dia quanto pra ler uns quadrinhos novos, alem de passar as Estranhos no Paraíso (obra comentada na postagem do primeiro dia deste mês) + umas Bone + além duns álbuns completos do Calvin e Haroldo (ver Ser Criança) pra ele.
Ele (Elias) até me emprestou umas HQ’s. porém, as primeiras que eu vou ler são as da nova série da Star Wars, não mais publicada pela Ediouro (como há uns anos atrás, na época do lançamento do Episodio III – A Vingança dos Sith) e sim pela On Line (que, até no começo na década passada, publicou alguns quadrinhos cujo nome não lembro agora). Tanto os desenhos quanto os roteiros são muito bons, não deixando o pique da série cair, ainda mais que tem ligação direta com a cronologia histórica da sextologia (i.e.: dos seis filmes), uma vez que, do jeito que o George Lucas é deveras disciplinado (i.e.: morto de fresco) com a franquia dele, se não estiver de acordo com a série, nem passa, uma vez que é o próprio Lucas que supervisiona tudo.
(música de fundo: – Simon & Garfunkel, “I Am A Rock”, do álbum Sounds of Silence, de 1966)

[falta terminar!]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!