domingo, 19 de setembro de 2010

DIGITADO EM CASA E POSTADO NA CASA DO TAÍLSON

Pelo visto só ter ficado na putada na casa do Bruno junto com ele + Ana + Raimundo e ter dio ao aniversário da Magali REALMENTE compensou o sábado. E pensar que deixei de ir pruma rockada lá no Gato Verde, em Icoaraci (pra qual o Vitor Morte [que teve o aniversário comentado em Vitórias Pela Metade Não Deixam de Ser Vitórias [2]] até me convidou) pra ir pra comemoração do ainversário de 15 anos da filha duma prima minha por parte de Alexandrino (i.e.: Gessina) que eu não via há, pelo menos uma década. E eu só fui porque ela e o irmão (Gerson, que é um dos principais influenciadores/responsáveis pra que eu curtisse quadrinhos e filmes do jeito que eu curto!) vieram AQUI EM CASA convidar a gente (no domingo que eu fui pra casa do Mutt em Voltando do Buraco [2], mas eu não comentei isso).
Pois é, fui inventar ainda de dar aquela aparada monsterpowered na barba e no cabelo pra ir pra porra das festas (pra da Magali, de preferência, diga-se logo). É, segundo a Ana e mamãe e Raquel, eu fiquei muito melhor do que antes. Pois é, né?


FESTA DA MAGALI: Comida de primeira (RÁ!), parecia festa de Alexandrino, há, há, há. Foi legal ver Muitas-Garras, Gjoe e Papa outra vez (e, como no niver da Márcia [também em Voltando do Buraco [2], o resto das putas – Átila, Gil, Gustavo, Wilson e Yuri – não foi), além da Léia Skywalker, Frau Alice e Herr Samuel. Como o Muitas-Garras se retirou cedo (i.e.: tava quebradaço devido ao retorno do IFINOPAP – ele que fale disso no blog dele), acabamos eu + Gjoe + Papa falando bobagem fatos incluindo álcool e amigos e mulheres. Até que tinha umas amigas e primas muito lindas da Magali lá (óbvio, né? minhas é que não seriam!), mesmo considerando e não esquecendo o fato de TODAS já serem CASADAS e/ou COMPROMETIDAS. Danke für nie, Maga-chan! Se eu não te considerasse pra caralho, eu teria arrancado a sua pele por me apresentar mulher assim! Oh, ah, vontade de tomar uma powered cana daquelas, mas como ainda tinha o aniversário seguinte.....

FESTA DA PRIMA: Quem já leu Vagabond ou Lobo Solitário, saca aquela coisa de Aura Assassina que tanto Takezo quanto Itto possuem, e acho que também a tenho, porque, quando cheguei lá (após uma viagem meio muito da sua canalha), todos os não-Alexandrino (quase e praticamente 95% dos presentes) viraram pra me olhar – e não fizeram uma cara das melhores. Conclusão primária: eu tenho essa Aura (?!?).
Foi dose-pra-Cachalote ter que agüentar todo aquele lenga-lenga-evangélico-do-caralho até que a coisa começasse mesmo. Mas... acredito que tenha sido melhor chegar lá e agüentar isso do que ficar mofando pior do que uma puta na parada. E não sei o que foi pior: ter que agüentar o pai da aniversariante (já, já, vou falar de ti, seu menino) ou o pastor da congregação de desocupados qu’eles fazem parte, que estuprou a concordância nominal e ainda rimava as frases. Gaia que me defenda de neguinho assim! Mas, pra mim, o mais estranho AINDA FOI o fato de que não tinha ninguém bebendo e nem fumando – talvez seja simplesmente a falta de costume de não freqüentar festa assim. E, me acreditem, continuarei não o fazendo.
Pontos positivos: 1º) ter colocado a conversa em dia sobre filmes e literatura com o Gerson. O cara continua sendo *F*O*D*A* nestes assuntos. Ele era rato de locadora de vídeo (*saudade mode on*) e de biblioteca, passando manhãs e tardes e noites em bibliotecas de universidade, comendo livros com farinha. 2º) NINGUÉM ter vindo me neurar por causa de crenças e credos. Acreditem, isso me poupou e poupou muito nego de dor-de-cabeças involuntárias. 3 e mais importante) o Gerson e sua esposa (Bia, muito simpática – e muito parecida com uma antiga professora minha de Literatura do Ensino Médio, Frau Rose Cunha [foi pra ela que eu agradeci no poema “Edelvais”, presente no post Depois da Longa Espera]) se mostraram/provaram ser mais cabeça-aberta do que pelo menos a maioria dos protestantes que eu conheço (e, caso meine Mutter não me falasse, eu morreria e não saberia que ele professa esta crença), devido ao tanto que livros e filmes que consomem. Gaia e Mitra os abençoem para sempre por isso.
Pontos negativos: 1º) Sim! O animal me apresenta o Robert Erwin Howard com A Fênix na Espada (é, o marido da Gessina e pai da aniversariante) e, quando eu vou dizer/agradecer pra ele sobre o trabalho que eu havia feito (ver o primeiro post da SEMAL do ano passado, [quase um] Desastre Completo), ele disse que não tinha NADA A VER com o acontecido e que eu não precisava agradecê-lo. PENSA NA VONTADE DE ARRANCAR OS OSSOS E A CARNE DO INDIVÍDUO! Me acredite, cara, você vai pagar por isso. 2º) O Gerson tem uma primogênita, Ariadne, que ainda vai ter que comer muito arroz + feijão + lasanha + bolos + salgados Alexandrino pra chegar PERTO do nível no qual (modéstia à parte) ele + esposa dele estamos, devido ao tanto de livros e filmes que já consumimos. E vai demorar MAIS AINDA se ela não tirar da cabeça essa presepada de que tudo que é velho não presta e é chato. Pra dizer o minímo, ela disse e afirmou (AFIRMOU) que Crepúsculo é MELHOR do que Entrevista Com Vampiro. Sendo assim, nem vou falar o que ela disse sobre AC/DC e Restart......


Agora deixa eu ir pra casa do Tail pra gente COMEÇAR – ele + eu + Cass + Lih – a fazer o trab da SEMAL-2010.
Talvez eu meta a cara na casa do Muitas-Garras pra jogar aquele RPG.
TALVEZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!