domingo, 7 de novembro de 2010

FAMÍLIA DA GURIA + MORFOSSINTAXE DA LÍNGUA ALEMÃ

É meio e dez na capital paraense e eu estou terminando um trabalho de MSLA pra ser entregue/apresentado próxima terça-feira. Acabei de finalizar um trabalho de OPCTA e também fazer umas lições que estavam por fazer do Deutschsprachfreikurs.

Ontem a coisa foi menos tensa do que previ na casa da Virgínia. Hell yeah, eu pensei que seria algo como um interrogatório da ditadura, comigo amarrado n’uma cadeira num quarto escuro, só c’uma lâmpada forte na minha cara e os pais dela me fazendo as perguntas. Claro que eu fiquei com o cu na mão quando os pais apareceam pra falar com a gente. “Pronto”, pensei, “agora FUDEU! E eu nem tinha escrito a porra do meu testamento, separando a minha herança.

Hum, não teve graça.

Pois é, até que foi legal. Falamos muito e muito até demais mesmo. foi divertido. E aliviador.
Bom, eu não, eu nunca tinha conhecido FORMALMENTE pais de namorada, os dois ao mesmo tempo. O mais próximo que eu tive disso foi quando eu conheci a mãe da Hiroko, em março-2004. É, Kobayashi-dono não foi muito com a minha cara. Bem, agora já era. É passado. E eu, sinceramene e acreditem se quiserem, já estou começando a ficar de saco cheio de viver de passado.

Oh, caras. Ir vestido que nem uma biba a procura de macho irmão de algumgrupo de desocupadosa congregação ou um vendedor de enciclopédias até que compensou, porque, né? Eu não ia vestido que nem eu costumo ir vestido pra ir jogar RPG ou mesmo pra tomar umas muitas com as matilhas. Bem, agora já era.


E, sim, eu gostei muito dos pais dela. E espero honesta e sinceramente que eles tenham me curtido também!


Deixa eu terminar meu trabalho de MSLA agora, que ainda tenho uma putada pra ir mais tarde, uma vez que não terei as duas primeiras aulas amanhã!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!