quinta-feira, 18 de novembro de 2010

kein Titel zu dem Mittwochpost [11]

Ouvindo: In Flames, The Jester Race, 1996

Ainda não são nem oito e meia da noite e eu já estou em casa. Deve ter sido porque a Paumgartten foi assolada por uma azia muito da sua MONSTRO e não pôde dar aula na CEG. Se eu tivesse como prever este tipo de presepada, eu não teria almoçado na UF, e sim em casa mesmo.

Antes de mais algumas bobagens que vou falar daqui a pouco sobre, tenho que completar o que falei em Segunda-Feira Wars [8], sobre o show da Praça da Bíblia do domingo passado (07.11.2010), cuja “segunda parte” foi domingo último obviamente. Foram quase as mesmas bandas + Orion + Nitro Mamute (de Icoaraci) + Grã-fino (acho que é esse o nome da porra da banda) + participação de ninguém mais ninguém menos do que ROOSEVELT BALA, do Stress, no show do Luthien, mandando “Coração de Metal”, do Stress (que foi MUITO FODA, diga-se logo) + três bandas que num vi porque tava em casa lendo o 1984, do George Orwell, e ainda demorei porque tava na casa da Letícia (Silva e Silva) devido ao aniversário dela ter sido no dia anterior (tal como em Fucking Perfect Saturday).
Quando o Sussurro-do-Amanhecer-Nublado e eu chegamos, alem do Canção-da-Amargura já estar lá (o Cadavér e o resto do pessoal, como o 38ão [UOU!], só apareceu por lá bem mais tarde!), o Nitro Mamute estava subindo ao palco. E, bem, desde a época que eu ouvia só xHxCx, eu nunca vi banda ruim ouriunda de Icoaraci. E com o Nitro Mamute não foi diferente. A piori, eu achei que seria uma coisa mais puxada pro indie, mas depois a coisa foi pra um pós-grunge bem legalzinho. E colaborou bastante o fato de nego de lá, como o Renillo, o Alexandre e o Garrafinha terem vindo de lá pra cá pra sacar a banda e terem tomado umas muitas com a galera daqui. Faltou o Morte, o André, o Pitts, o Dentinho, o Cidinho e tantos outros terem ido, mas deixa quieto......
O Luthien melhora a cada show, tal como o Parafernia. Pra quem não dava nada pr’esta última banda (tal como este que vos fala). É, os caras calaram minha boca, ainda mais que mandaram só UMA cover e o resto só som autoral valendo, mas valendo MESMO. Já o Luthien mandou muito bem e, foda-se, teve uma participação do ROOSEVELT BALA mandando “Coração de Metal”, do Stress. isso. Tem que falar mais?
Eu não gosto de banda metida a moderninha, não mesmo. ainda vem essa tal porra de Grã-fino, um quase Restart (há, há, há – valeu pela idéia e análise comparativa, Sussurro-do-Amanhecer-Nublado) mais algumas coisas metidas a “ah, eu sou modernoso e tu não”. Sem mais.
Pra fechar, os caras do Orion (que nuuuuuuuuuuuunca devem ter ouvido a faixa homônima presente no Master of Puppets, de 1986, do Metallica) mandaram três do Maiden – “Aces High” (Powerslave, 1984) e “The Trooper” (Piece of Mind, 1986) – devido ao show dos caras ano que vem, ganhando a galera, mas também mandaram sons autorais muito bons. Depois ainda chamaram mais uns voca(l)is(tas) de outras bandas de metal de Belém pra mandar juntos “Heavy Metal Brazil”, tema do documentário de mesmo nome que será lançado ano que vem. Foi bangueação pra tudo quanto foi lado (mas não rolou mosh, há, há, há) e a gente se divertiu pra caralho.
Com exceção de terem “azoneitado” e, conseqüentemente, “apresuntado” um indivíduo lá pras bandas de lá do Complexo da Cidade Nova 6 (onde rolou a presepada deste domingo) e ter saído malaco direto dos confins da Umbra Profunda, foi tudo muito bem, obrigado. Sem brigas, sem porre aporrinhando a felicidade alheia, sem ninguém roubado, tudo isso junto.


Eu ia digitar mais coisa, mas como as coisas foram tensas de ontem pra hoje e meus olhos estão praticamente fechando sozinhos e não respondendo mais, vou é dormir mesmo, que amanhã de manhã, mesmo que eu já tenha me livrado bonito de MSLA, ainda tem Herr Barroso + Sintaxe e Herr Jennerjahn + CPA4..........






bis zu dem breakin fuckin neuen Post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!