sábado, 1 de janeiro de 2011

VESTÍGIOS DA FARRA [2]

“Para que este som aconteça, todos nós temos que estar juntos. É difícil descrever com palavras, porque sabemos o que está acontecendo. Então quero tirar vantagem do tempo que temos. Para fazer o que for possível. Porque quanto mais velhos mais percebemos mais percebemos como é especial.”
– Neil Young, no DVD Neil Young and Crazy Horse Live, de 1998

É primeiro de janeiro de 2011, é quase uma da tarde e minha festa ME foi QUASE completamente do caralho justamente porque fui atacado por uma dor-de-cabeça MONSTRUOSAMENTE FILHA DA PUTA e, por isso, perdi uma grande parte da festa. É isso que dá ser espiríto de porco e preferir tomar cachaça do que analgésico. Tsc, é triste.
Ao menos, todo mundo que veio se divertiu pra caralho (primeira banda ouvida em 2011: MATANZAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!), quem eu não convidei não veio (‘inda bem!) e não fiquei loucão como mamãe isse que eu ficaria (mas, foda-se, eu preferia ter ficado bêbado do que fudido por causa de dor-de-cabeça), o Mr. Cadáver + DD + ainda meteram as caras por aqui (que demais!).
Infelizmente, alguns dos meus convivas principais não apareceram (sim, Weiß_Ulf e Jess, Minhoca e Camila, Palavras-Prateadas – estou falando com vocês mesmo!) e o Bocão e a Bruna (mais a prima bonitinha dela, a Camila) zarparam pra casa de um-puto-cujo-nome-não-merece-ser-comentado-aqui e acabaram nem voltando e eu finalmente percebi o quanto a Bruna é tesuda-para-caralho e o Bocão é um puto-abençoado-sortudo-para-caralho de poder pegar uma guria que nem ela.

Bom, a pira que reside em meu pé (não lembro se já falei dela aqui) conseguiu ficar mais fudido do que antes e agora ‘tô até mancando! Bastou eu passar UM DIA sem passar remédio e ficou assim! Mamãe disse que, provavelmente, eu devo ter chutado algum trabalho de macumba. Eu só quero saber como, uma vez que tenho medo da porra dessas porras. Acho que deve ter sido alguma coisa na casa do Maurice, uma vez que me divirto com as imagens dos santos que tem no barracão da mãe dele (ainda bem que ela não vai ler isso! TOMARA!).

‘Tô cansado pra caralho, tanto quanto ontem e ainda tenho que arrumar força suficiente pra limpar a casa. ‘Inda bem que o Canção-da-Amargura tá’qui (chinado ainda!), porque ele vai ser burro de carga que nem eu pra limpar esse caern!


“FELIZ ANIVERSÁRIO!!!” e “MUITAS FARRAS NA VIDA!!!” para JOSÉ CLAÚDIO SILVA REIS, vulgo BLACK SABBATH e/ou SABBATH BLOODY SABBATH e/ou MESTRE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!