domingo, 13 de fevereiro de 2011

SIM, E ONTEM FOI UM GRANDE DIA...!

Sim, e ontem foi realmente um grande dia.

A idéia a priori era dar uma passada na casa do Pitts, conversar com o pessoal, jogar Garou (usar o PC que não fiz na mesa do Sonho-Desperto [um Ahroun Filho de Gaia ecoguerrilheiro]), baixar umas HQ's e músicas, essas coisas – mas como não consegui falar com ele...
Depois a idéia passou a ser não sair de casa pra porra nenhuma. Ficar enfurnado o dia todo na frente do computador, traduzindo a gramática em norueguês e “bem, que se dane tudo lá fora enquanto eu estiver aqui no meu quarto...” Só que, então, “não mais do que de repente...”, decidi dar um chega lá no Canteiro do PAAR ver umas pessoas – Marley, Canção-da-Amargura, Sullivan e Camila, Leandro Bolacha, etc. e tal. A priori, não consegui falar com ninguém. Sim, isso me deixou puto.

Na volta, passei de novo na casa do Marley – consegui falar com ele dessa vez. Falamos muito sobre muita coisa, só pra variar. Não somente ele me fez perceber/entender que seria uma merda imensa eu sumir pra ficar me martirizando pelas cagadas do final de semana passada enquanto muita gente – ele incluso – ainda dorme em paz depois de todas as cagadas monstro que fez na vida. “É isso que dá ter bom senso”, algum puto haverá de me dizer. Não que o meu seja o maior e melhor do planeta – pois, mais-do-que-definitivamente, não é.
Então as perguntas que não querem calar passam a ser:
“Porque ter medo de olhar as pessoas na cara depois das merdas que eu fiz quando ainda consigo olhar olhos-nos-olhos das pessoas pra quem falei algumas das piores desgraceiras que nunca deviam ter sido ditar para pessoa alguma?”
“Porque não conseguir dormir e conviver comigo mesmo da mesma maneira quando ainda consigo dormir e conviver comigo mesmo mesmo depois de algumas das maiores filhadaputisses que nunca deveriam ter sido feitas com as pessoas que me amam e que eu amo?”

Bem.......................... Quem tem resposta pra isso? Não olhem pra mim.

Meus amigos e eu não somos gurus de porra nenhuma que seja. Não estamos aqui para salvar a humanidade de si própria e muito menos de terceiros. Estamos aqui para nos salvar e nos ajudar – TOMARA! – no que for possível dentro de nossas capacidades. E foi isso que o Marley fez por mim ontem (é, e eu sou MUITÍSSIMO GRATO a ele por isso!!!!!).
Fomos a um “show” de rock organizado por um conhecido nosso, tomamos umas biritas, vimos a banda de uns chegados nossos ([i.e., o Obscene Wild] não sei quanto aos outros, mas eu só consegui ouvir nitidamente a bateria e o vocal, a guitarra parecia um chiado constante e o baixo estava praticamente inaudível), vimos uns amigos nossos que não víamos a dois ou três anos (Tiago, Júnior e Quinho – os três from hell e, pra mim, foi realmente ótimo vê-los novamente depois de tanto tempo!!!!), fumamos praticamente uma carteira de cigarro só nós dois. E, no fim, foi melhor do que eu esperava – ninguém se estranhou, todo mundo se deu bem (o Marley ficou puto porque discordaram da opinião dele em umas coisas e tiveram argumentos convincentes para manterem estes argumentos – tsc, deixa quieto).
Eu não posso esquecer porque é muito importante: o vocalista do Obscene Wild fala ALEMÃO muito bem e até que pudemos tecer uma boa conversa no idioma (mesmo apesar do Marley não gostar do idioma [e ficar enchendo a porra do saco por causa disso está escrito “preocupado com isso” na minha testa?!? não, né?!?] só Gaia sabe a razão que nem ele consegue explicar). A guria do vocalista também tem uma pronúncia bem limpa, ainda mais porque ela saca muito francês e LATIM! E pensar que não ia compensar eu ficar de noite até lá........!
(não, eu NÃO fiquei bêbado e nem muito menos feliz e nem brisado...! e eu não acordei ressacado também)


Há males na vida que vêm para o bem. Hora de viver porque a morte é certa!



Já terminei, hoje de madrugada ainda, o A Vida Como Ela É... VAI-TE-FUDER-DO-LIVRO-FODA-!-!-! Nelson Rodrigues = John Ronald Reuel Tolkien da Vida Real!!!
(eu ‘tava até zoando uns amigos meus via MSN com a frase “E se Nelson Rodrigues tivesse escrito Conan ou Hellboy?” Ia ser teeeeeeeeeeeeeeeenso pra caraaaaaaaaaaaaaaaaaalho!!!)

Advertência: não leia se tiver ESTÔMAGO FRACO!!!



bis zu dem breakin fuckin neuen Post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!