domingo, 3 de abril de 2011

VOLTANDO DO BURACO [5]

Depois de mais uma dezena de dias e muitas coisas legais e ruins e um puta dum susto que quase me fez morrer, aqui estou eu, postando novamente.

UM:
Ontem teve o tão finalmente esperado show do IRON MAIDEN em Belém do Pará. Um 1º de abril histórico para quem participou do evento de alguma forma.
Esperar entrar no show debaixo de chuva foi foda. Mas deu pra lavar a alma depois de uma pá de cagadas que aconteceram. Mas foi nessa que, na fila, encontrei gente que não via fazia uma cara e que certamente nunca mais vou ver de novo. Fora que, com raras exceções, TODA A TROPA DE VAGABUNDOS ‘TAVA LÁ!!! Se isso foi bom? Ôrra, meu, nem precisa falar. O maus foi não ter encontrado a galera da UF, mas deixa quieto......
Os caras SIMPLESMENTE DETONARAM! Todavia, infelizmente, NA MINHA OPINIÃO, a banda poderia ter tocado mais velharias. “Wratchild”, “Prowler”, “Flight of Icarus”, “Powerslave”, “Rime of the Ancient Mariner” (aí, já é pedir demais!), “Aces High” (como o Maiden vem aqui e não manda ESSA?!?), “Run to the Hills” (que eu fiquei PUTO por não terem mandado), “Somewhere in Time”, “Heaven Can Wait”, “Wasted Years”, “Bring Your Daughter… to the Slaughter”, “Can I Play with Madness?”, é uma lista imensa. É uma merda. Eu tinha lido não lembro onde agora que, quando tocam em cidade pela primeira vez, só mandam as velharias. Mas mandaram “Iron Maiden”, “The Trooper” (o primeiro classicão da noite – nada paga o Bruce Dickinson cantando vestido de soldado inglês empunhando a bandeira do Reino Unido), “The Wicker Man”, “The Evil that Men Do”, “Fear of the Dark” (o que eu vi de coroa chorando ouvindo esse som……!), “Hallowed by thy Name” (idem) emendando com “Running Free” (fechando o setlist).
Teve pontos baixos? Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim.
1.1 Eu nunca vi TANTO EMPOLGADO JUNTO POR METRO QUADRADO NA VIDA! Gente que certamente nunca deve ter ouvido Maiden e que foi só pra encher o saco de quem realmente queria sacar a banda! Uma cagada.
1.2 Teve um empurra-empurra do cacete lá dentro. E nessa, meteram a mão no meu bolso e lá se foi minha meia-passagem e MEU APARELHO DE TELEFONE CELULAR! ‘Cabou o show pra mim! Por isso que eu fiquei puto quando soube que haviam posto pra lavar a bermuda que eu tinha separado pra ir ao show, porque ela evitaria justamente estas presepadas! E fora que ‘tava muito quente pra sair de calça-comprida!
1.3 Ter que ficar colocando a irmã da Ketrin nos ombros pr’ela ter uma visão melhor! Nessas porras das ondas de empurra-empurra, eu, que já não ‘tava muito lá pra frente (ainda tinha a merda do front stage pra piorar as coisas – ainda mais que me disseram que o que mais tinha no front era gente que ‘tava vendo o Iron tocar sem entender que porra estavam fazendo ali!), já fui manado lá pra trás, c’um monte de marmanjo tamanho monstro na minha frente, e ainda tive que agüentar mais essa. Não deu outra, fiquei com a coluna fudida e mal consegui terminar de acompanhar o show! Mas... Isso que dá vagabundo não ter preparo físico porque fica só tomando cana e ouvindo hardcore, achando isso a coisa mais linda do mundo......!

Voltei superquebrado pra casa. ‘Tá certo que eu curti pra porra, ainda mais que meus amigos estavam lá, mas não deixava de pensar no maldito celular na maldita meia-passagem. Assim que ressuscitei hoje, liguei logo pra operadora pra poder cancelar/bloquear tanto o chip quanto o aparelho. Mais uma vez, perdi toda a minha agenda e as fotos de antes do show que havia tirado.
Uma merda.

Mas que venha o Dead Fish dia 23 de abril!!!



DOIS:
Semestre ‘tá tenso, negada. Tudo ao mesmo tempo agora pra toda a galera.
Colocaram Prosa Germânica (PG2) no horário mais escroto do mundo: segundas-feiras e quartas-feiras, 7:30 da MADRUGADA, lá no bloco de salas do campus Básico (pergunta pra Herr Arnegger se ele ‘tá feliz com esse horário que escolheram pr’ele dar aula)! Muito tenso demais! As aulas seguintes (09:30 às 11:20) são: Herr Razky (novamente!), de Psicolingüística (PL); e, como última aula, Ensino e Aprendizagem de Alemão 1 (E2A), com Frau Amaral, que... Sem comentários......!
Às 07:30 da MADRUGADA da terça e da quinta, tem Frau Larissa e sua Oficina de Didatização de Gêneros Textuais (ODGT). Por Gaia, eu não tenho palavras para dizer o quanto eu ODEIO esta disciplina. Frau Larissa faz o que pode para agradar a todos, mas eu venderia minh’alma para me ver longe desta tosqueira de matéria (e, Carlas, APRENDA A FICAR CALADA – todos ficaríamos muitíssimo felizes se você simplesmente ficasse em silêncio nos momentos mais oportunos e não ferrasse todo mundo quando ninguém precisa disso!)! Depois, eu GOSTARIA de dizer que tem Semântica e Pragmática (SeP), mas como não tem professor – tiraram nosso professor pra ser professor de calouro. Pra fechar a manhã, tem Herr Barroso e sua aula fodônica de Metodologia do Ensino e Aprendizagem de Língua Alemã [M-E2A] (em miúdos, Frau Amaral explica o lance de COMO ministrar aulas de língua estrangeira e Herr Barroso explica PORQUE [i.e.: a importância] ministrar aulas de língua estrangeira). Pela minha Mãe, eu preferia NÃO TER esta matéria e ter Semântica e Pragmática, por estar me ser mais útil em minha vida acadêmica. Ensino e Aprendizagem de Língua Estrangeira? Pfff....
Sexta-feira: Oficina de Compreensão e Produção Oral em Língua Alemã (OCPOL), tendo novamente Frau Patrícia Möller-Steffen como professora, das 07:30 às 11:20. Me desculpe, ‘Fessora, mas a Sra. manda melhor nesta disciplina do que como professora de língua alemã. Agora é hora de botar em prática real e imediata e pra ontem tudo o que Os Sobreviventes de CPA1-4 aprenderam ou não nos 4 níveis da antiga disciplina (atualmente somente Língua Alemã). E sendo agora que a porca torce o rabo e o circo pega fogo, quero ver quem é que vai se sair dessa quando agora, muito mais do que antes, é o rabo de todo mundo que ‘tá na reta.


TRÊS:
Sim, ‘tô preparando trabalho novo com o Taílson. Tanto pra Semana de Literatura Estrangeira que vai rolar aqui na UF-Belém (i.e.: Universidade Federal do Pará, campus Belém), quanto pras semanas de Letras da ESAMAZ e da ESMAC, e também.... Pro CONGRESSO BRASILEIRO DE PROFESSORES DE LÍNGUA ALEMÃ (!!!!), que vai rolar de 25 a 29 de julho em Belo Horizonte, Minas Gerais!
Claro que eu já mandei/inscrevi alguns trabalhos (tanto o da SEMAL de 2009, sobre o R.E. Howard, e o da de 2010 [sim, tal como no EPEL, novamente com o Coutinho no lugar da Lih-chan]); os dois trabalhos que fiz pra PG ano passado – o de Paganismo Germânico e o de Origem e Formação dos Povos Germânicos, este último que apresentei com a Aesine; o que fiz em MSLA sobre a Morfologia da Língua Alemã, que inscrevi até pr’apresentar com a Mariceli (Vasconcelos da Silva); e, por fim, vou ajudar o Alan a “defender novamente o TCC dele”, com Ritter Gluck: Hoffmann e o Fantástico no Romantismo Alemão.
VAMOS VER AGORA QUAL(IS) SERÁ(ÃO) ACEITOS!!!! TEM QUE ROLAR, PELO MENOS, UM!


QUATRO:
E eis que Irmãos-de-Curso e Irmãos-de-Armas enfim saem dessa vida de vagabundagem conhecida como Ensino Superior se formam. Eu nem tinha idéia, se não me falasse, no dia 21 de março, que ia ter formatura do curso de Letras.
Com exceção da formatura em si (e dos não poucos momentos engraçados), ter que ouvir o corpo discente discursando foi broxante. Porque, vamos lá, ninguém merece ouvir [conteúdo removido/censurado] daquele quinteto.
Lehrerin Nair e Lehrer Jairo. Irmãos-de-Curso e Irmãos-de-Armas. PARABÉNS, PORRA!!!! A MELHOR COISA DO MUNDO FOI VER VOCÊS SE FORMANDO JUNTOS!
Valeu pela formatura, Diana e Lucília! Vocês também são foda!
Rosiiiiiiiiiiiiiiiiiie! Valeu, guria! Você, junto com Jairo e Nair, é uma inspiração muito grande para os fora de bloco (eu não incluso) que acham que não vão conseguir se formar!
Fabrício. Caaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaara. Eu lembro quando eu te conheci. Segundo semestre de 1999. A gente fazia natação no Anchieta. Eu tava no Segundo Ano do Médio e cê tava saindo do Ensino Fundamental. Foda-se, cara. Eu não tenho nem palavras pra COMEÇAR a dizer o quanto estou feliz por estar na sua formatura!
Virgínia. Bem. Nada do que eu disser aqui não servir nem pra começar a dizer/descrever/explicar o QUANTO estou ORGULHOSO de ter estado em sua formatura (no dia seguinte ao de pessoal de Letras).


CINCO:
Respondendo a pedidos:

Muitas-Garras (propietário d’A Mesa do Arcano) me pediu pra falar mais de filmes aqui. Fica meio difícil porque o último que parei pra assistir que não era pornô foi a adaptação para a tela grande do Kick Ass, do Mark Millar (Os Supremos, Quarteto Fantástico [a quarta melhor fase, depois do Stan Lee, do John Byrne e do Walter Simonson, respectivamente]) do (tem que dizer mesmo?) John Romita Jr. (sim, o ANIMAL que conseguiu acabar com a linha principal de Hulk Contra o Mundo com seus desenhos mortos de capengosos).
E, tal qual Tami-chan (sim, a Fernanda Isobe e seu blog homônimo), ele também pediu pr’eu postar os últimos poemas que escrevi. Como estão em alemão, vou dar um tempinho antes de enfim postá-los em nosso idioma mater. Isso abre espaço para AS seguintes pedintes.
TODAS MINHAS EX-NAMORADAS/FICANTES/CASINHOS/PAQUERAS me pediram pra não dizer que obrigaram que eu PARASSE de cita-las e/ou mesmo tirar seus nomes de TODAS as postagens anteriores. Pois bem, de hoje pra frente, sem mais citações. Quanto a tirar as dos posts anteriores, ‘TÁ FODA!
Ah, é. Kick Ass – o filme – não é todas essas coisas. Nem chega a ser meia-boca, é um terço ou um quarto mesmo. Todavia, a fotografia e a edicão são legais. Mas a forma que o diretor e o roteirista adaptaram as seqüências finais, mesmo não sendo fidedignas à obra original, me agradaram bastante. E olha que pra uma adaptação meia-boca de HQ pra telona me agradar tem que ser MUITO BOA.


SEIS:
Vendo a imagem abaixo, dá pra entender porque eu quase morro do coração segunda-feira passada. Essa Google do caralho que fica trolando a galera e eu quase botando quase em terceiros (que eu creio que ficariam MUITO FELIZES em que isso acontecesse mesmo). Na moral, quase que eu mato alguém por causa disso! Não obstante, eu ainda ia perdendo a conta do meu blog e a do orkut. Bunitu pra minha cara, né?
Depois de alguns dias, consegui recuperar TUDO. Segundo umas fontes, disque o servidor da Google tinha engolido uma carrada de sites e blogs, dando essa trollada na galera. Eu ainda acho que isso não basta de uma péssima história muito da sua mal-contada, isso sim. Nem vou começar a discorrer sobre isso senão vai acabar de estragar meu final de semana.
(p.s.: eu tentei acessar o blog da Íse e deu o mesmo leg de erro! certamente deu a mesma cagalhada no dela também!)


SETE:
Pra terminar: Comecei a ler ‘inda esta semana:
Literatura e Sociedade, do mestre Antônio Cândido, da editora fluminense Ouro sobre Azul, de 2006, 3a edição, 143 páginas. Esse lviro é mais do que vital pro novo trab que ‘tô fazendo com Tail. Clique AQUI para baixar o seu exemplar em .pdf!
Introdução à Fenomenologia, da Angela Alves Bello, da Coleção Filosofia e Política da editora EDUSC, de 2006. 108 páginas. Tradução para o português brasileiro de Jacinta Turolo Garcia e Miguel Mahfoud. Em verdade, os textos desta obra foram editados a partir de palestras da autora editadas tanto pelo próprio quanto pelo Sílvio Motta Maxímio. ‘Tô lendo primeiro esse pra poder comer com farinha o Fenomenologia e Estruturalismo, da Andrea Bonomi (USP/Perspectiva, 171 páginas, 1974, tradução para o português brasileiro de João Paulo Monteiro, Patrízia Piozzi e Mauro Almeida Alves, com revisão do próprio J. Ginsburg).
Quer ter esses dois últimos em .pdf, seu vadio? Clique AQUI para baixar o Introdução à Fenomenologia e AQUI para baixar o Fenomenologia e Estruturalismo (eu achei estes livros no Letras USP Downloads e ‘tô reupando aqui!)! Depois TE VIRA pra imprimir!



Ach! ‘Tô cansado pra caralho, vou voltar a dormir porque amanhã ainda vou ver COMO vou ter que arrumar meu quarto e fazer uns trabalhos pendentes de TODAS as disciplinas – com exceção de M-E2A– e AINDA arrumar meu quarto!


Inté!

Um comentário:

  1. Foi foda ter te encontrado naquela fila moleque.

    Lembro que a Jane tirou uma foto nossa do celular dela, vê se me manda essa foto por e-mail, por favor!

    ResponderExcluir

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!