domingo, 12 de junho de 2011

VOLTANDO PRA VALER LOGO NO DIA DOS ENCALHADOS......................

“Sorriso na cara, estou de volta!”
– CPM22, “Apostas e Certezas”, do álbum Felicidade Instantânea, de 2005

Depois de DEZOITO dias sem postar nada, eis que estou de volta. Com a freqüência que postava algo aqui, sim, realmente esta foi uma verdadeira eternidade. Eu passei este tempo sem postar não por falta de idéias (maus, galera – não vou postar tudo o que queria porque simplesmente não lembro de tudo!), mas por coisa pra caralho ter acontecido. Umas excelentemente ótimas, umas legais, umas mais ou menos e algumas merdas realmente deploráveis demais. Muita gente me jogou na cara o fato de não estar mais postando (e olha que meu blog – junto ao do Palavras-Prateadas, do Muitas-Garras, da Tami-chan, da Íse e da Fernanda – é um dos mais atualizados que eu conheço). Pra essa galera – táqui ó!

Vamos ao principal:
Depois de passarmos três semanas fudido entre idas e vindas por aí pra podermos enfim terminar/completar, eis que TAILSON e eu FINALMENTE conseguimos terminar e enfim MINISTRAR nosso mini-curso de
INTRODUÇÃO À FICÇÃO CIENTÍFICA E AO CYBERPUNK
que aconteceu nos dias 01, 02, 08 e 09 do mês corrente. Era pra ser 40 pessoas inscritas pra assistir e TODAS as QUARENTA irem faze-lo, mas como nem 20 foram, e todas essas menos de 20 terem ido religiosamente nos 4 dias (Robson, Lucas, Charles, Alan e EduardoVOCÊS TÊM A OBRIGAÇÃO DE MORRER POR NÃO TEREM IDO NOS QUATRO DIAS!!!!). Mas apesar de todos os pesares, a coisa mais legal foi de somente NERDS CABEÇUDOS terem comparecido em peso, os noobs terem tido o bom senso de ficarem calados e ouvido (mas os noobs só foram no primeiro dia mesmo! uhu! \o/).
Nada no mundo paga e compensa a sensação de entrar no auditório para ministrar o minicurso e deixar do lado de fora todos os problemas sejam ou não acadêmicos.
Tivemos um trabalho caralhosamente do cão em fazer tudo e NADA PAGA e NADA COMPENSA o pessoal ter gostado bastante dos handouts e das apresentações e explicações durante as mesmas!
O único porém foi Herr Arnegger (o professor de PG) não ter achado bom o suficiente, ainda mais porque nos valemos de duas teóricas da FC que ele nunca ouviu falar e nunca leu nada sobre: a inglesa Patricia Kerslake – e sua obra-prima Science Fiction and Empire – e a brasileira Adriana da Rosa Amaral (conterrânea da minha paranaense favorita amiga/conselheira Shirley Boller – ou seja, curitibana) – com sua dissertação de doutorado Visões Perigosas: uma arqueologia do Cyberpunk – do romantismo gótico às subculturas. Comunicação e cibercultura em Phillip K. Dick –, consideradas as ultimas cabeçudas deste assunto em nível mundial e a nível de língua portuguesa, respectivamente. Mas, bem...... (eu ia colocar algo bem grosseiro aqui, mas como Herr Arnegger é meu orientador de TCC, deixa na vontade mesmo!).
Eu gostaria de deixar registrados meus mais sinceros agradecimentos – e os do Tailson também, é claro!!! – ao REINALDO SANTANA, vulgo GUAXE, editor-chefe da revista Kamikaze e diretor do projeto Moviecal, e à ÉRICA REIS, do Centro Acadêmico de Letras, por terem dado a cara à tapa conosco neste projeto e terem ido até o fim com a gente nessa! Palmas pra eles porque eles também merecem estes louros.
E, MUITÍSSIMO OBRIGADO DE TODO CORAÇÃO, a todos que comparecem lá. Eu não ei o nome de todos, mas todos vocês e cada de vocês fizeram a cosia ser foda do jeito que foi. Foi pra vocês que fizemos isso!
Segundo semestre ainda tem os filhos deste projeto que virão ao mundo: Sci-Fi de língua JAPONESA, Sci-Fi em língua ALEMÃ, Sci-Fi em língua FRANCESA e, pra fechar com chave de ouro, Sci-Fi em língua PORTUGUESA!


Dois:
Eu nunca escondi de ninguém que não quero ser professor e que tenho problemas seríssimos com disciplinas pedagógicas de qualquer nível e/ou esfera. E é realmente isso que está acontecendo com Ensino e Aprendizagem de Alemão 1 e Oficina de Didatização de Gêneros Textuais. Como se não bastassem meus problemas serem com as disciplinas, ainda ‘tô encarando uns problemas muitos dos seus brabos/tensos com as pessoas que ministram essas disciplinas que não nada mais além de MALDITAS.
(maus aí, cachorrada! só dá pra falar ISSO sobre o assunto AQUI!)


Três:
Não basta eu dar um tempo no álcool e no cigarro. TODO DIA vem alguém pra me dizer o quanto está feliz por mim por causa disso, de eu ter dado um tempo justamente por causa dos remédios mortos de tensos que tô tomando. Vão-para-pas-putas-que-os-pariram! O caso é: com exceção dos meus amigos e amigas de copo, NINGUÉM SE IMPORTA SE ESTOU FELIZ OU NÃO COM ISSO! Deixa eu falar pra vocês:
EU-NÃO-TÔ-FELIZ-COM-ISSO-,-PORRA-!-!-!



Hum? Pra terminar. Leitura e audição?
Leitura:
Science Fiction and Empire, da inglesa Patricia Kerslake. Liverpool University Press, de 2007, 217 páginas. Ainda sem tradução para o português brasileiro. Pensem num livro tora de megacabeçudo! A mulher é um verdadeiro monstro cabeçudo e disseca sem dó nem piedade a Ficção Cientifica a partir de um ponto de vista antropológico e sociológico realmente tenso demais. Como se já não bastasse o Tail vendo a Sci-Fi a partir duma perspectiva filosófica-epistemológica muito da sua tensa e muitíssimo da sua válida/relevante, ainda encontramos esse último petardo conhecido da Sci-Fi, que é recomendado SÓ por todo mundo que estuda Sci-Fi de 2007 pra cá. Achamos no Capacitor Fantástico, só que re-upei no 4shared e baixe o seu clicando AQUI! (te vira pra ler, nego[a]! ‘tá todo em inglês!)

O Que É Ficção, da mineira Ivete Lara Camargo Walty. Da famosíssima coleção Primeiros Passos, da editora paulista Brasiliense. Este é de 1985, mas ainda continua super atual. Como todos os outros, é muito tenso demais e vale demais a leitura!

Audição:
Além dos novos do Fear FactoryMechanize, do ano passado – e do Atari Teenage RiotIs This Hyperreal?, do ano corrente –, tenho estourado meus ouvidos com as discografias completas dos estadunidenses do MACHINE HEAD, do BUBBLEGUM OCTOPUS e do POWERGLOVE!
MACHINE HEAD
Burn My Eyes (1994)
Davidian
Old
A Thousand Lies
None but my Own
The Rage of Overcome
Death Church
A Nation on Fire
Blood for Blood
I’m Your God Now
Real Eyes, Realize, Real Lies
Block

The More Things Change (1997)
Ten Ton Hammer
Take my Scars
Struck a Nerve (sem comparativos com a música de mesmo nome do Bad Religion, do Recipe for Hate, de 1993)
Down to None
The Frontlines
Spine
Bay of Pigs
Violate
Blistering
Blood of the Zodiac
Possibility Of Life’s Destruction (esta é um cover dos britânicos do Discharge, do álbum Hear Nothing See Nothing Say Nothing, de 1982)
My Misery
Colors (esta é um cover do rapper estadunidense Ice-T, da trilha sonora do filme de mesmo nome, dirigido por Dennis Hopper, de 1988 [no Brasil, o filme é conhecido como Colors - As Cores da Violência])

The Burning Red (1999)
Enter the Phoenix
Desire to Fire
Nothing Left
The Blood, the Sweat, the Tears
Silver
From This Day
Exhale the Vile
Message in a Bottle (esta é um cover dos britânicos do The Police, do álbum Reggatta de Blanc, de 1979)
Devil with the King’s Card
I Defy
Five
The Burning Red
Alcoholocaust*
House of Suffering* (cover dos estadunidenses do Bad Brains, do álbum I Against I, de 1986)
* faixa-bônus da edição especial limitada

Supercharger (2001)
Declaration
Bulldozer
White-Knuckle Blackout!
Crashing Around You
Kick You When You’re Down
Only the Names
All in Your Head
American High
Brown Acid
Nausea
Blank Generation (referência à música presente no álbum homônimo dos estadunidenses do The Voivods, de 1973)
Trephination
Deafening Silence
Supercharger
Hole in the Sky* (cover dos ingleses do Black Sabbath, do álbum Sabotage, de 1975)
Ten Fold [versão ao vivo]*
The Blood, The Sweat, The Tears [versão ao vivo]*
Desire to Fire [versão ao vivo] [versão ao vivo]*
[*] = Faixas bônus do lançamento em digipack deste álbum

HellAlive (2003)
Bulldozer (Supercharger, 2001)
The Blood, the Sweat, the Tears (The Burning Red, 1999)
Ten Ton Hammer (The More Things Change, 1997)
Old (Burn my Eyes, 1994)
Crashing Around You (Supercharger, 2001)
Take my Scars (The More Things Change, 1997)
I’m Your God Now (Burn my Eyes, 1994)
None but my Own (Burn my Eyes, 1994)
From This Day (Burn my Eyes, 1994)
American High (Supercharger, 2001)
Nothing Left (The Burning Red, 1999)
The Burning Red (The Burning Red, 1999)
Davidian (Burn my Eyes, 1994)
Supercharger (Supercharger, 2001)

Through the Ashes of Empires (2004)
Imperium
Bite the Bullet
Left Unfinished
Elegy
In the Presence of My Enemies
Days Turn Blue to Gray
Vim
Seasons Wither
All Falls Down
Wipe the Tears
Descend the Shades of Night

The Blackening (2007)
Clenching the Fists of Dissent
Beautiful Mourning
Aesthetics of Hate
Now I Lay Thee Down
Slanderous
Halo
Wolves
A Farewell to Arms (referência à obra literária homônima do escritor estadunidense Ernest Hemingway, de 1929)
Battery (cover do Metallica, que abre o Master of Puppets, de 1986 – disponível somente na edição especial deste The Blackening)


BUBBLEGUM OCTOPUS
Possible Party
01 I’m Going to Roll You up and Beat the Shit out of You
02 Tree Movies
03 Rabbit Fun
04 Birthday b-b-b-blues fest ‘09
05 The Meat and the Marrow
07 Mischief Song (Top Speed Spicy Curry! Blast Mix!!)
08 Noodles and Shrimp
09 Please Don’t Kill the Gerbil
10 This Existence Requires the Presence of an Increased Number of Stupid Internet Jokes
11 Snakes in a School
12 Great Beard / Happy Mustache (Blackened General MIDI Mix)
13 Jia Can not Fail Now! (Jia Vs. The Winstons)
14 Awaaaaa~~ Chanbaio!! (inter-lewd edition)
15 Let it Snow!
16 We Wish You a Merry Christmas!
17 SANTA CLAUS IS COMING TO TOWN!!
18 We_3_Kings
19 Anime Girl (vou mandar essa música pra Lih-chan!!!! hahahahaha)
20 Basatrad Rock Beam
21 The Trees Fucking Fuckpocalypsed
22 Meat Choir
23 Kitten Happy
24 Holding Hands in the Pet Store
25 Black Rose Hymn for the Antagonist
26 Power Tools Make for a Great Birthday Cake
27 Trying to Improve the Perfect
28 I’ll Help You Win a Free Ipod if You Promise me Head (feat. m@ the c@)
29 Lasercannon Arm Run Away!
30 Tenjho Lockdown


POWERGLOVE
Total Pwnage (2005)
01 Tetris
02 Mute City – F-Zero 1
03 Birth of a God – Final Fantasy 1
04 The Decisive Battle 1
05 Power Rangers 1
06 Storm Eagle 1
07 Dr. Wily’s Theme 1

Metal Kombat for the Mortal Man (2007)
01 So Sexy Robotnik (do Sonic 2)
02 Mario Minor (do SMB e do SMB World)
03 Fight On (do Killer Instinct)
04 Vanquish the Horrible Night (do Castlevania)
05 Blasting the Hornet (do MMX3)
06 The Duck Grinder (do Duck Hunt)
07 Power, Wisdom, Courage (do Zelda Medley)
08 Omnishred (We’re Gonna Need a Bigger Sword) (Final Fantasy 7 Boss Theme)
09 Holy Orders (Be Quick and Just Shred) (do Guilty Gear)
10 Metal Kombat for the Mortal Man (do Metal Man MM2, Mortal Kombat)
11 Red Wings over Baron (do Final Fantasy IV Medley)

Saturday Morning Apocalypse (2010)
01 X-Men
02 Gotta Catch Em All
03 The Real Adventures of Johnny Quest
04 This Is Halloween
05 Batman
06 Transformers
07 Inspector Gadget
08 Heffalumps and Woozles (Winnie the Pooh)
09 The Simpsons (Feat. Tony Kakko)
10 The Flinstones
11 Gotta Catch Em All (Feat. Tony Kakko)



É isso, galera! Tirem as crianças e os de coração frágil das frentes dos monitores porque eu ‘tô de volta!!!!
E PUTO DA VIDA PORQUE NÃO ‘TÔ PODENDO BEBER!!!!!

Um comentário:

  1. Q bom!!!
    O lobo está de volta!!!
    Para trilhar mais e mais quilômetros!!!
    E todos a pé!!!
    Seja bem vindo, irmão!

    ResponderExcluir

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!