quinta-feira, 3 de julho de 2014

TEXTOS NÃO-LINEARES - texto 01

Ananindeua, 02 de julho de 2014

Ouvindo: Raimundos, Cantigas de Roda, 2014.

Sim, faz um bom tempo que não escrevo um texto grande aqui, uma reflexão, estas porras. Sim, eu tenho alguns poemas e contos que postei aqui, mas... É, é verdade, eu tenho protelado em escrever algo de fato aqui.
Eu ‘tava refletindo mais cedo sobre as velhas presepadas de rixas na academia e das presepadas esquerda x direita, coxinhagem, etc. que vejo alguns amigos quebrando o pau, seja pessoalmente, seja via Facebook – este tendo se tornado um verdadeiro campo de batalha sobre tal putaria.
Ok. (Vai ser um texto bem desorganizado e não-linear porque ainda não estruturei meu pensamento sobre isso de forma linear estes tempos essa porra vai assim mesmo)

Marx é um saco, eu não vejo muito sentido no que ele escreve, aplicabilidade dos estudos dele menos ainda. O que eu li d’O manifesto do partido comunista é algo legal, quanto a ser aplicável já são outros quinhentos. Esse pessoal que chupa a rola dele pra tudo me deixa puto. Freud é outra puta, mas pena que fuderam os conceitos do cara, ainda mais o pessoal que diz que QUALQUER PORRA é “recalque”. “[escolha alguma coisa e coloque aqui]” é recalque de [especifique uma classe de pessoas e coloque aqui]” NÃO É ARGUMENTO, PORRA! No momento que a pessoa se vale de tal argumento, não merece a minha atenção nem a minha conversa. Isso e o tal de “beijinho no ombro”. Não beije meu ombro, BEIJE MINHA ROLA! 
(desabafo de leve pra começar)
Ai as rixas...
Pessoal das Humanas (‘tô me valendo a nível de “maiorias esmagadoras” [isso inclui nego que conheço e que a carapuça vai servir muito bem quando ler isso]) diz que o pessoal das Exatas é alienado, apolitizado, tecnocrata, sistemático, entre outras. Nego de Exatas (aqui vale a mesma observação anterior) diz que o pessoal de Humanas reclama demais por besteira, é muito utópico, prolixo, estagnado, etc. etc. etc. Mas ai... Eu conheço nego de Humanas que NÃO CONSEGUE SEQUER conversar com alguém de Exatas, mas não vejo o contrário, olha. ‘Tá certo que sou da Literatura, mas, por ter “criação CEFETeana”, consigo conversar com nego das Exatas super de boas – coisa que não vejo entre muito amigo meu do meu curso, apesar de ser nerdão, nerd daqueles que os outros nerds querem cair matando de porrada. O Tailson, olha, formado em Pedagogia, mas por ter estudado muita filosofia, consegue caminhar entre os dos mundos muito bem (e, sim, eu o invejo por isso [não sei se existe inveja saudável, mas foda-se]).
O Gabriel de Ávila Othero, da PUC-RS, falou isso, dessas rixas – mas bem alto. Eu achei que era sacanagem. Não era. É sério, sério a ponto de me deixar... A ponto do pessoal dizer: “caralho, Garou, como tu se metes com esse povinho travado de Letras?” e/ou “caralho, Garou, como tu se metes com esse povinho idiota de Exatas?” e porras assim....
Uma vez, postei alguma coisa no Facebook sobre quererem indicar o Paulo Coelho pro Nobel de Literatura e uns amigos esnobaram, dizendo que o Nobel não era parâmetro pra literatura (bem, eu também não considero, mas premiaram o Böll, os irmãos Mann, o Kipling [sim o britânico Rudyard Kipling {1865-1936}, autor de O Livro da Selva, de 1894], o Hemingway, o Yeats, o Hesse, o Eliot, o Russell, o Camus, o Saramago, a Sachs, o Neruda, o Llosa, o Shaw, o Grass e o Canetti, então eu calo a boca). Ai veio a perola “afinal, quem precisa de Prêmio Nobel?”
Ah, claro. Somos o ÚNICO país “subdesenvolvido emergente” que NÃO TEM NOBEL EM PORRA NENHUMA (não, pera, ainda não pesquisei se alguém dos Tigres Asiáticos ou do Oriente Médio têm). Ou somos preteridos ou roubados – e o que não falta é exemplo. Não precisamos de um Nobel mesmo? Ah, claro, temos os medalhistas olímpicos de Matemática, Química e Física, que parecem ser os únicos que o pessoal de Humanas respeita mesmo sem ter noção alguma das disciplinas em questão.
Creio eu que o mal seja o quanto o povo dessas áreas não se reconheçam como complementares, um querendo provar a superioridade sobre o outro não ajuda em porra nenhuma.


[sim, falta terminar, mas deu curto no meu cérebro sobre esse assunto]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!