terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

passagem SUPERINTERESSANTE do dia

“A bateria (termo emprestado da terminologia militar, como em ‘bateria de canhões’) foi inventada pelo italiano Alessandro Volta, em 1800. Cinquenta e nove anos depois, o francês Raymond Gaston Planté inovou. Usou dois pedaços de chumbo, os polos, mergulhados numa mistura de acido sulfúrico e água. Quando a bateria era ligada, elétrons escapavam do polo positivo, que libera oxigênio. Ou seja: formava-se uma corrente elétrica. Só que os materiais iam se desgastando, até que a bateria pifava. Planté teve a ideia de fazer o contrário, ou seja, dar um choque elétrico nela – e descobriu que ficava boa de novo. Nascia a primeira bateria recarregável.”
– Bruno Romani, Bateria Fraca. IN: SuperInteressante n.º 343, fevereiro de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!