quinta-feira, 14 de abril de 2016

ÀS MUSAS.... [escritos dentro de sala de aula]

É...
Não...
Eu não perco esse meu (péssimo) costume de ESCREVER POESIA DENTRO DE SALA DE AULA DURANTE A AULA. E eis os de hoje, depois de alguns muitos meses sem escrever poesia.
Espero que curtam.
Escritos hoje durante aula do professor André, de Raciocínio Lógico.

[¡sem título!]

TALVEZ eu merecesse mesmo levar um tiro de .12 no meio da cara
(Talvez não, eu realmente mereço sim)
Por pensar, simplesmente por pensar (e pensar demais, mais do que o permitido e considerado saudável) em quem não devia e não ‘tá nem aí pra mim...
Enquanto tenho a meu lado A-Mais-Bela-E-Formosa-Das-Amas-E-Princesas
Com Seus doces e belos olhos esmeralda-mar
E Seus melhores e ímpares beijos e Abraços e Bem-Quereres somente para mim.
... eu deveria ser eletrocutado em uma piscina olímpica...
As Belezas imensuráveis não-pares e inigualáveis delas...
A que reside somente no plano das ideias e idealizações desde desde desde
A que ao alcance de meu Bem-Querer e raramente atualmente consigo dormir na cama por estar acostumado de tanto dormir com Ela.
Esta que dizem ter os olhos da Adele, mas, em verdade, Adele que tem os olhos d’Ela
A-Estrela-Que-Traz-O-Anoitecer
A-Última-Estrela-Que-Vai-Embora-De-Manhã-Junto-Com-A-Lua-E-Do-Sol-No-Céu-De-Uma-Só-Vez.
Enquanto a Idealizada e Não-Ama... talvez então Ama-E-Senhora-De-Outro-Bem-Querer-E-Beijos-E-Abraços
Embasbacante como o Outubro Vermelho enquanto seu funcionamento pleno
Encantadora quanto a primeira Gibson SG Angus Young Signature totalmente finalizada pelas mãos de uma luthier.
Então, a partir de agora, eu todo e Integral (Não-Derivado) à minh’Ama e não à Estrela-D’Outro-Céu [talvez (¿será?) Estrela-de-Céu-Nenhum]
Retribuir todo Amor e Bem-Querer e Afeição e Carinho à altura
devidamente intensamente reciprocamente
Não à toa, somente e unicamente Ela em minha cama, roupão pós-banho, café-à-cama.
Então, a partir de agora, não mais sonhar acordado com a Maruja-Daqui-Está-Além-Mar e suspirar por ela enquanto sozinho
(e inclusive amaldiçoar meus amigos e suas gerações a posteriori todas as vezes que me falam sobre Ela)
Não mais sonhar com Seu Querer ao meu e Beijos aos meus
(principalmente ao ouvir algumas canções dos American Recordings johnnycashianos)
(sonhos e suspiros e dizeres do nome d’Ela que não me impedem de viver).
Por que fá-lo-ia e continuaria fazendo
Enquanto o Melhor d’A Mais-Bela-E-Formosa-Das-Amas-E-Princesas totalmente somente para mim?
Não importa a Metodologia, o que vale no final é o Resultado.
Então e Agora? ... A Partir de Agora e Daqui Pra Frente...?
“A Partir de Agora” é Agora!
“Daqui Pra Frente” é Agora!
sem mais Sonhos, sem mais Suspiros, sem mais Bem-Querer
Agora!

:: para Anna Côrrea Medrado e Evellyn Cristina Pereira do Nascimento ::




[¡sem título!]

HORA de ir pra frente, de seguir em frente
Tocar o drakkar para onde nasce o Sol.
Eu adoro História e Historiografia 
Mas não tenho (tenho? talvez não tenha) paciência tampouco disposição para ser historiador.
Museus são muito legais, mas meu talento é zero para ser curador.
Já chega de viver remoendo “como poderia ter sido?” “como seria se tivesse sido?”
“porque eles e não ela e eu?” e todos esses como’s e se’s e porquê’s
Que consomem e negativam muitíssimo mais do que adicionam e positivam (no sentido de “positividade” e não de “positivismo” )
Viver de possíveis possibilidades não move moinhos, muito menos energiza usinas hidrelétricas, eólicas e termoelétricas
Apesar de não me impedir viver em nenhum viver
(E) apesar de colocar um Monte Fuji no acelerador
– impedindo de alcançar velocidade máxima na direção desejada;
(E) apesar de anexar inseparáveis Andes ao Foguete
– impedindo este de alcançar altura máxima e sair do planeta até o destino final desejado, fora dos sistemas planetários conhecidos.
Eu estaria mentindo se dissesse que isso
Que isso não me frustra e que não me tiro e me faz perder a fome.
Já passou muito além da hora do desprender do nunca preso
E muito mais, muitíssimo mais além da hora do desapegar do nunca apegado como eu desejaria que assim fosse.
Esses pesos que pesam não existem/nunca existiram
... nunca existirão ...
Já passou muito além da hora de reforçar de uma vez por todas e de uma vez
Laços e Votos com A-Que-Me-Escolheu-Como-Seu-Senhor-De-Seu-Coração
E muito mais, muitíssimo mais além da hora de me dedicar e ser integralmente à Ela como ela faz a mim de modo Exemplar e Inigualável e Ímpar.
Aproveitar a hora enquanto não é tarde demais
Enquanto ainda é hora
Estar e estar integralmente somente totalmente à Mais-Bela-E-Formosa-Das-Amas-E-Princesas:

Lynn

:: para Evellyn Cristina Pereira do Nascimento ::

Um comentário:

  1. Sobre o tiro: Depois de ontem, não merece mais levar. ❤

    ResponderExcluir

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!