quarta-feira, 6 de julho de 2016

DESABAFO DE FRUSTRAÇÃO E ÓDIO

Bem que o então o pessoal do PPGLit-UFPA (Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade Federal do Pará) poderia deixar de ser filho da puta. Primeiro upam um edital dizendo que tem a LPE (Linha de Pesquisa em Específico) em uma área e, quando a pessoa chega lá com o projeto com a parada dentro da LPE, nego fica de meninagem – pra não dizer, filha da putagem propriamente dita.
Por exemplo, tem-se, dentro de Literatura, Memórias e Identidades, a “Estética e/ou a filosofia da Barbárie e categorias afins (memória, testemunho, catástrofe) em NARRATIVAS literárias, audiovisuais e GRÁFICAS produzidas na CONTEMPORANEIDADE (Séculos XX-XXI).” Eu me fodo, deixo de estudar pra um concurso que eu queria SOMENTE-DESDE-SEMPRE, pra estudar pra essa porra, faço tudo direitinho, gasto um dinheiro que não podia gastar pra, na hora do vamos ver, pessoal ficar nessa fuleraigem do caralho.
Porra, não dá pra dar crédito, tampouco levar a sério.
E ainda tem nego que vai defender. 
Parabéns, vocês não são melhores do que eles. São, na melhor das hipóteses, tão filhos da puta quanto. Não tem desculpa.
E vão se foder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!