sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

“Faz muito tempo que ninguém mais pensa em adiantar-se à experiência, ou em construir um mundo inteiramente baseado em algumas hipóteses apressadas. De todas as construções às quais as pessoas ainda se compraziam ingenuamente há um século, hoje não restam mais que ruínas.
Todas as leis, pois, provem da experiência, mas para enunciá-las é preciso uma língua especial; a linguagem corrente é demasiado pobre, e aliás muito vaga para relações tão delicadas, tão ricas e tão precisas.
Eis portanto uma primeira razão pela qual o físico não pode prescindir da matemática; ela lhe fornece a única língua que ele pode falar.”
– Jules Henri Poincaré (1854-1912), “A análise e a física”. IN: o valor da ciência. Trad. Ildeu de Castro Moreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você está em solo sagrado!
Agora entalhe com vossas garras na Árvore dos Registros e mostre a todos que virão que você esteve aqui!!!